Diogo Faro

Comediante, viajante tanto quanto posso, e sou um razoável apreciador da vida boémia (como tragicamente todos sabem). Ah, e acho que os Direitos Humanos são uma coisa mais ou menos decente pelas quais nos devemos bater.

Jornalismo independente e de confiança. É isso que o Setenta e Quatro quer levar até ao teu e-mail. Inscreve-te já!